Sobre o Observatório

O Observatório da Política Nacional de Saúde Integral LGBT (Observatório da Saúde LGBT) tem por finalidade gerar informações e conhecimento sobre as principais características que constituem a realidade da Política Nacional de Saúde Integral da População LGBT no âmbito do SUS, constituindo um banco de dados, gradativamente ampliado e qualificado.

Duas linhas de ação organizam um conjunto de projetos integrados de forma a assegurar a criação e sustentabilidade do Observatório. O mesmo terá a cogestão das Unidades de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde (UTICS), do Núcleo de Estudos em Saúde Pública (NESP), da Universidade de Brasília (UnB), e da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP), do Ministério da Saúde (MS), por meio do Departamento de Apoio à Gestão Participativa (DAGEP), em parcerias técnico-científicas com outras Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa afetas as questões sociais e de saúde da população LGBT.

Linhas de Ação:

I. Recuperar o acervo das produções populares desses grupos sociais (comunicação social/comunitária);

II. Resgatar a trajetória sócio histórica da construção da Política Nacional de Saúde Integral da população LGBT, no âmbito da Gestão do SUS (comunicação para a tomada de decisão).

OBJETIVOS:

Disseminar o conhecimento técnico-científico sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População LGBT no âmbito do SUS, através da construção de uma ampla base de informações originadas e alimentadas pelas três linhas de ações: social, científica e de apoio à tomada de decisão na gestão do SUS.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

1. Ampliar o nível de conhecimento dos diferentes agentes sociais – poder público, sociedade civil, instituições de pesquisa e universidade – sobre a situação de saúde da população LGBT.

2. Aprofundar o conhecimento sobre os fatores condicionantes das desigualdades socioeconômicas e das demais formas de desigualdade socioculturais dos grupos LGBT.

3. Construir indicadores que propiciem a avaliação de resultados da Política Nacional de Saúde Integral LGBT.

4. Capacitar/formar agentes públicos e lideranças comunitárias quanto às informações da Política Nacional de Saúde Integral LGBT, ampliando o nível de conhecimento acerca do acesso com qualidade à saúde.

5. Desenvolver materiais audiovisuais para documentação e disseminação das atividades inerentes ao referido Observatório.

6. Construir indicadores mínimos capazes de propiciar a avaliação de resultados da Política Nacional de Saúde Integral LGBT e dos estudos comparativos entre redes de pesquisadores nacionais e internacionais acerca das diferentes experiências da implantação da Política.

Acesse e curta nossa  Página no facebook

ou entre em contato pelo e-mail observalgbt@gmail.com

Confira o vídeo de apresentação do Observatório da Saúde LGBT

 



 

aneka resep masakan